Logo Elsevier

EsteéoconteúdodoPacientEngagement

O que acontece quando o paciente vai para casa?

Saiba mais sobre nossos produtos de Patient Engagement agora! Transforme seus pacientes em participantes ativos em seus cuidados de saúde, dando a eles acesso fácil às mesmas informações baseadas em evidências em que você confia - mas fornecidas em um formato fácil de entender.

Dec.30.2020
 Community-Acquired Pneumonia, Child

Pneumonia adquirida na comunidade, crianças

Community-Acquired Pneumonia, Child

A pneumonia é uma infecção pulmonar que causa inflamação e o acúmulo de muco e líquido nos pulmões. A pneumonia adquirida na comunidade é um tipo de pneumonia que se desenvolve em pessoas que não estão nem estiveram recentemente em um hospital ou outra instituição de saúde.
Em geral, a pneumonia em crianças se desenvolve como resultado de uma doença causada por um vírus, como o resfriado comum e a gripe (influenza). Também pode ser causada por bactérias ou fungos. Apesar de resfriados e gripe poderem passar de pessoa para pessoa (serem contagiosos), a pneumonia em si não é considerada contagiosa.

Quais são as causas?

Esse quadro clínico pode ser causado por:
  • Vírus.
  • Bactérias.
  • Fungos, como mofo ou bolor.

O que aumenta o risco?

A criança tem maior probabilidade de desenvolver pneumonia durante o outono, inverno e primavera. São os períodos em que as crianças passam mais tempo em ambientes internos e em contato próximo com outras pessoas.

Quais são os sinais ou sintomas?

Os sintomas dependem da idade da criança e da causa da doença. Se foi causada por um vírus, a pneumonia pode ser leve, e os sintomas podem se desenvolver lentamente. Caso a pneumonia seja causada por bactérias, os sintomas podem se manifestar rapidamente e causar febre alta.
Os sintomas comuns incluem:
  • Tosse seca ou molhada (produtiva). A criança pode continuar a tossir por diversas semanas mesmo após começar a se sentir melhor. Tossir ajuda a eliminar a infecção.
  • Febre ou calafrios.
  • Falta de ar, respiração rápida ou superficial, respiração com barulhos (respiração ruidosa) ou narinas se abrindo muito durante a respiração (dilatação nasal).
  • Dor no peito ou no abdome.
  • Cansaço (fadiga).
  • Falta de vontade de comer.
  • Perda de interesse em brincar.

Como esse quadro clínico é diagnosticado?

Esse quadro clínico pode ser diagnosticado com base no histórico médico ou um exame físico na criança. A criança também poderá realizar exames, incluindo:
  • Radiografias do tórax.
  • Exames de sangue.
  • Exames de urina.
  • Exame do muco dos pulmões (escarro).
  • Exames do líquido que envolve os pulmões (líquido pleural).

Como esse quadro clínico é tratado?

O tratamento desse quadro clínico depende da causa e da gravidade dos sintomas.
  • A criança pode ser tratada em casa com repouso ou antibiótico para matar as bactérias ou medicamento antiviral para matar o vírus. Ela também poderá receber oxigenoterapia.
  • A criança precisará ser tratada no hospital se tiver 6 meses de idade ou menos ou se a infecção for grave. Caso a infecção da criança seja grave, ela poderá precisar de:
    • Ventilação mecânica.Esse procedimento usa uma máquina para ajudar a respirar, caso a criança não consiga respirar bem, ou manter um nível seguro de oxigênio no sangue.
    • Toracocentese. Esse procedimento remove eventual acúmulo de líquido pleural para ajudar na respiração.

Siga essas instruções em casa:

Medicamentos

  • Dê medicamentos vendidos com ou sem receita médica somente como indicado pelo médico da criança.
  • Caso a criança tenha recebido prescrição de antibiótico, dê o medicamento a ela somente como determinado pelo médico. Não pare de dar o antibiótico mesmo se a criança começar a se sentir melhor.
  • Não dê aspirina à criança, pois há uma associação com a síndrome de Reye.
  • Caso a criança tenha 4–6 anos de idade, use medicamentos contra tosse somente conforme orientado pelo médico.
    • A tosse ajuda a limpar o muco e germes do nariz, garganta, traqueia e pulmões (sistema respiratório). Dê medicamentos para tosse à criança somente para ajudá-la a descansar ou dormir.
    • Não dê medicamentos para tosse a crianças com menos de 4 anos de idade.

Atividades

  • Certifique-se de que a criança repouse bastante. Ela pode se sentir cansada e não querer realizar tantas atividades quanto normal.
  • Faça a criança retornar às suas atividades normais como indicado pelo médico da criança. Pergunte ao médico quais atividades são seguras para a criança.

Instruções gerais

  • Faça a criança dormir em uma posição parcialmente ereta. Coloque alguns travesseiros sob a cabeça da criança ou coloque-a para dormir em uma poltrona reclinada. Deitar faz a tosse piorar.
  • Coloque um vaporizador frio ou um umidificador no quarto da criança. Essas máquinas aumentam a umidade do ar, o que pode soltar o muco.
  • Faça a criança beber bastante líquido de maneira a manter a urina na coloração amarelo-pálida. Isso pode ajudar na eliminação do muco.
  • Lave as mãos com água e sabão durante pelo melos 20 segundos antes e depois de ter contato com a criança. Caso água e sabão não estejam disponíveis, use gel antisséptico para as mãos. Peça às outras pessoas da sua casa para lavar as mãos com frequência.
  • Mantenha a criança longe do fumo passivo. A fumaça pode piorar a tosse e outros sintomas da criança.
  • Faça a criança ter uma alimentação saudável. Isso inclui muitas verduras, frutas, grãos integrais, produtos lácteos com pouca gordura e fontes magras de proteína.
  • Compareça a todas as consultas de acompanhamento de acordo com as orientações do médico da criança. Isso é importante.

Como esse quadro clínico pode ser prevenido?

  • Mantenha as vacinas da criança em dia.
  • Certifique-se de que você e todas as pessoas que cuidam da criança tenham sido vacinadas contra gripe e tosse convulsa (coqueluche).

Entre em contato com um médico se a criança:

  • Desenvolver novos sintomas ou apresentar sintomas que não melhoram após 3 dias de tratamento ou de acordo com as instruções do médico.
  • Tiver sintomas que pioram com o tempo em vez de melhorarem.

Busque ajuda imediatamente se a criança:

  • Apresentar sinais de dificuldade para respirar, como:
    • Respiração rápida.
    • Falta de ar e não conseguir falar normalmente ou emitir grunhidos ao expirar.
    • Dor ao respirar.
    • Respiração ruidosa.
    • Costelas que parecem salientes ao respirar.
    • Dilatação nasal.
  • Tiver menos de 3 meses de idade e apresentar febre de 100,4 °F (38 °C) ou mais.
  • Tiver entre 3 meses e 3 anos de idade e apresentar febre de 102,2 °F (39 °C) ou mais.
  • Tossir sangue.
  • Vomitar com frequência.
  • Apresentar qualquer sintoma que piore repentinamente.
  • Ficar com uma cor azulada nos lábios, no rosto ou nas unhas.
Esses sintomas podem representar um problema sério e ser uma emergência. Não espere para ver se os sintomas desaparecem. Procure um médico imediatamente. Ligue para o número de emergência local (911, nos EUA).

Resumo

  • A pneumonia adquirida na comunidade é um tipo de pneumonia que se desenvolve em pessoas que não estão nem estiveram recentemente em um hospital ou outra instituição de saúde. Ela pode ser causada por bactérias, vírus ou fungos.
  • O tratamento desse quadro clínico depende da causa e da gravidade dos sintomas.
  • Entre em contato com um médico se a criança desenvolver novos sintomas ou apresentar sintomas que não melhoram após 3 dias de tratamento ou de acordo com as instruções do médico.

Estas informações não se destinam a substituir as recomendações de seu médico. Não deixe de discutir quaisquer dúvidas com seu médico.

;