Logo Elsevier

EsteéoconteúdodoPacientEngagement

O que acontece quando o paciente vai para casa?

Saiba mais sobre nossos produtos de Patient Engagement agora! Transforme seus pacientes em participantes ativos em seus cuidados de saúde, dando a eles acesso fácil às mesmas informações baseadas em evidências em que você confia - mas fornecidas em um formato fácil de entender.

Jun.26.2019
 Fever, Pediatric

Febre, pediátrica

Fever, Pediatric


Uma febre é um aumento da temperatura do corpo. Em geral, é definida como uma temperatura de 100,4 °F (38 °C) ou mais. Caso a criança tenha mais de 3 meses, uma febre curta e leve ou moderada geralmente não tem efeito de longo prazo e não precisa de tratamento. Em crianças com menos de 3 meses, uma febre pode indicar um problema sério. Uma febre alta em bebês pode às vezes causar uma convulsão (convulsão febril). O suor que pode ocorrer com a febre repetida ou prolongada também pode causar perde de líquido no organismo (desidratação).
A febre é confirmada medindo-se a temperatura com um termômetro. A temperatura medida pode variar com:
  • A idade.
  • A hora do dia.
  • A região do corpo onde você mede a temperatura. As leituras podem variar se você colocar o termômetro:
    • Na boca (oral).
    • No reto (retal). Esta é a opção mais precisa.
    • No ouvido (timpânica).
    • Debaixo do braço (axilar).
    • Na testa (temporal).

Siga essas instruções em casa:

Medicamentos

  • Dê medicamentos vendidos com ou sem receita médica somente como indicado pelo médico da criança. Siga cuidadosamente as instruções de dosagem do médico da criança.
  • Devido à associação com a síndrome de Reye, não dê aspirina à criança.
  • Caso a criança tenha recebido prescrição de antibiótico, dê o medicamento somente de acordo com as orientações do médico da criança. Não pare de dar o antibiótico à criança mesmo se ela começar a se sentir melhor.

A criança sofrer uma convulsão:

  • Mantenha a criança em segurança, mas não a segure durante uma convulsão.
  • Para ajudar a evitar que a criança engasgue, vire-a de lado ou de barriga pra baixo.
  • Se possível, retire com cuidado qualquer objeto que esteja na boca da criança. Não coloque nada na boca dela durante a convulsão.

Instruções gerais

  • Observe o quadro clínico da criança em busca de sinais de alterações. Informe o médico da criança sobre essas alterações.
  • Faça a criança repousar pelo tempo necessário.
  • Faça a criança beber bastante líquido de maneira a manter a urina na coloração amarelo-pálida. Isso ajuda a prevenir a desidratação.
  • Dê banho de esponja ou normal na criança com água em temperatura ambiente para reduzir a temperatura corporal conforme necessário. Não use água fria e não faça isso se a criança se recusar ou se sentir desconfortável.
  • Não envolva a criança em cobertores demais ou roupas muito pesadas.
  • Se a febre da criança for causada por uma infecção que passa de pessoa para pessoa (é contagiosa), como resfriado ou gripe, ela deve ficar em casa. Ela pode sair de casa apenas para ir ao médico, se necessário. A criança não deve voltar à escola ou creche até pelo menos 24 horas após a febre ter passado. A febre deve passar sem a necessidade de tomar remédios.
  • Compareça a todas as consultas de acompanhamento de acordo com as orientações do médico da criança. Isso é importante.

Entre em contato com um médico se a criança:

  • Vomitar.
  • Estiver com diarreia.
  • Sentir dor ao urinar.
  • Tiver sintomas que não melhoram com o tratamento.
  • Desenvolver novos sintomas.

Busque ajuda imediatamente se a criança:

  • Tiver menos de 3 meses de idade e apresentar febre de 38°C (100,4°F) ou mais.
  • Ficar fraca ou molenga.
  • Apresentar respiração ruidosa ou falta de ar.
  • Tiver uma convulsão febril.
  • Ficar tonta ou desmaiar.
  • Não beber líquidos.
  • Desenvolver qualquer um dos seguintes sintomas:
    • Erupção cutânea, rigidez no pescoço ou dor de cabeça intensa.
    • Dor intensa no abdome.
    • Vômito ou diarreia persistentes.
    • Tosse intensa ou produtiva.
  • Tiver um ano de idade ou menos e você perceber sinais de desidratação. Isso pode incluir:
    • Uma área afundada macia (fontanela) na cabeça dela.
    • Nenhuma fralda molhada em um período de 6 horas.
    • Aumento do dengo.
  • Tiver um ano de idade ou mais, e você perceber sinais de desidratação. Isso pode incluir:
    • Nenhuma urina por 8–12 horas.
    • Lábios rachados.
    • Ausência de lágrimas ao chorar.
    • Boca seca.
    • Olhos fundos.
    • Sonolência.
    • Fraqueza.

Resumo

  • Uma febre é um aumento da temperatura do corpo. Em geral, é definida como uma temperatura de 100,4 °F (38 °C) ou mais.
  • Em crianças com menos de 3 meses, uma febre pode indicar um problema sério. Uma febre alta em bebês pode às vezes causar uma convulsão (convulsão febril). O suor que pode ocorrer com a febre repetida ou prolongada também pode causar desidratação.
  • Devido à associação com a síndrome de Reye, não dê aspirina à criança.
  • Preste atenção a quaisquer alterações nos sintomas da criança. Se os sintomas piorarem ou se a criança tiver novos sintomas, entre em contato com o médico.
  • Busque ajuda imediatamente se a criança com menos de 3 meses de idade estiver com temperatura de 100,4 °F (38 °C) ou mais, tiver uma convulsão ou mostrar sinais de desidratação.

Estas informações não se destinam a substituir as recomendações de seu médico. Não deixe de discutir quaisquer dúvidas com seu médico.

;