Logo Elsevier

EsteéoconteúdodoPacientEngagement

O que acontece quando o paciente vai para casa?

Saiba mais sobre nossos produtos de Patient Engagement agora! Transforme seus pacientes em participantes ativos em seus cuidados de saúde, dando a eles acesso fácil às mesmas informações baseadas em evidências em que você confia - mas fornecidas em um formato fácil de entender.

Dec.30.2020
 Helping Your Child Manage Depression

Como ajudar seu filho/sua filha a controlar a depressão

Helping Your Child Manage Depression

A depressão é um problema de saúde mental que pode afetar os pensamentos, sentimentos e o comportamento de seu filho/sua filha. Se seu filho/sua filha foi diagnosticado(a) com depressão, você pode ficar aliviado em saber por que ele/ela agiu de determinada maneira. A depressão é algo sério, e obter o atendimento correto pode ajudar você a dar o apoio para a criança melhorar. Quando a criança estiver deprimida, não entre em pânico, mas também não minimize o problema.

Como implementar mudanças no estilo de vida

Como controlar o estresse

O estresse muitas vezes faz parte da depressão, por isso é importante ajudar a criança a experimentar coisas para reduzir o estresse (técnicas de redução do estresse). Fazer isso com a criança é muito útil. As técnicas podem incluir:
  • Ouvir ou tocar músicas que você e a criança gostem.
  • Exercícios físicos diários regulares, como caminhar ou andar de bicicleta em família.
  • Praticar atividades autocalmantes, como:
    • Meditação baseada em atenção plena. Especialistas podem oferecer treinamento. Existem aplicativos de meditação também.
    • Oração centrante. Foque em uma palavra ou expressão espiritual e repita-a por 5 minutos uma ou duas vezes ao dia.
    • Ioga.
  • Respiração profunda. Para fazer isso:
    • Inspire lentamente pelo nariz.
    • Faça uma pausa breve no auge da inalação.
    • Expire lentamente ao mesmo tempo em que relaxa seu corpo.
  • Relaxamento muscular. Consiste em tensionar os músculos intencionalmente enquanto prende a respiração e, em seguida, relaxa os músculos enquanto expira profundamente.

Medicamentos

O médico da criança pode prescrever antidepressivos para aliviar os sintomas da depressão. Uma combinação de medicamentos, psicoterapia e técnicas de redução do estresse pode ser o tratamento mais eficaz para a depressão.
Se você estiver dando um medicamento à criança como parte do tratamento:
  • Você e a criança podem não ver tanta melhora durante 4–8 semanas.
  • Não pare de dar o medicamento sem antes conversar com o médico. Quando for hora de a criança parar de tomar o remédio, o médico vai orientá-lo sobre como interromper o medicamento com segurança.

Relacionamentos

Estimule a criança a conversar com você ou com outros adultos de confiança, como um tutor na escola ou na igreja ou um orientador. A criança também pode querer conversar com amigos sobre os próprios sentimentos. O apoio é uma parte essencial ao lidar com a depressão. A criança precisa saber que não está sozinha com esse problema. Você pode achar que conversar com outras pessoas também ajuda você.

Como reconhecer melhoras

Cada um responde de maneira diferente ao tratamento da depressão. Após o tratamento, a criança poderá começar a:
  • Voltar a ter interesse em fazer coisas que gostava antes.
  • Parecer esperançosa e feliz novamente, e ficar menos irritada ou mal-humorada.
  • Ter mais energia e melhor concentração mental.
  • Ter mais apetite.
Caso a depressão da criança não melhore ou comece a piorar, fique atento a esses sinais:
  • Dor de cabeça ou estômago irritado.
  • Alterações do apetite. A criança pode perder ou ganhar peso de maneira não intencional.
  • Redução do nível de energia ou dificuldade para se concentrar.
  • Alterações nos hábitos de sono.
  • Alterações drásticas no humor ou ficar irritada e com raiva facilmente.
  • Evitar atividades que geralmente eram apreciadas. A criança pode desistir de eventos ou de atividades extracurriculares.
  • Pensar ou falar sobre suicídio ou morte.
  • Vontade de ficar sozinha e evitar interação com outras pessoas.
A depressão não melhora com a idade e pode piorar, se não tratada. Se a criança estiver deprimida, é importante ficar atento e agir, pois a criança pode não dizer que precisa de ajuda.

Siga essas instruções em casa:

Atividades

  • Oriente a criança a praticar técnicas de redução do estresse.
  • Todos os dias, lembre-se de:
    • Passe um tempo em família na natureza.
    • Exercitar-se juntos e em família, seja caminhando, pedalando ou jogando um jogo ativo.
    • Limitar o tempo de telas, principalmente antes de dormir. Desligar TVs, computadores, tablets e celulares.

Estilo de vida

  • Mantenha uma rotina regular de dormir e acordar para ajudar a garantir que a criança durma.
  • Dê à criança uma dieta saudável que inclua muitas verduras, frutas, grãos integrais, proteínas magra e produtos lácteos pobres em gordura. Não deixe a criança comer muitos alimentos ricos em gorduras sólidas, açúcar adicionado ou sal (sódio).

Instruções gerais

  • Durante momentos de perda, mudança ou transição importante:
    • Preste atenção às alterações de humor e comportamento da criança. Avise os professores para ajudá-los a saber se há algum problema.
    • Fale com a criança sobre como ela está se sentindo. Pergunte sobre os sintomas e ouça e aceite o que a criança fala sobre eles.
    • Passe algum tempo extra juntos. Aceite o que a criança está falando para tranquilizá-la de que ela não é estranha ou diferente. Apoiar a criança pode ser a ação mais importante que você pode tomar.
    • Marque uma consulta com um profissional que possa ajudar. Isso pode incluir um psicoterapeuta ou terapeuta familiar.
    • Aprenda o máximo que puder sobre depressão infantil.
  • Dê medicamentos de venda livre e vendidos com receita médica à criança somente de acordo com as indicações do médico. Comunique eventuais efeitos colaterais que você eventualmente notar.
  • Compareça a todas as consultas de acompanhamento de acordo com as orientações do médico da criança. Isso é importante.

Onde encontrar apoio

Conversa com outras pessoas

Embora depressão seja algo grave, existe ajuda disponível. Opções de apoio podem incluir:
  • Serviços telefônicos de emergência para prevenção do suicídio e depressão.
  • Tutores escolares, professores, orientadores, padres etc.
  • Amigos e parentes.
  • Grupos de apoio.
  • Médicos.
  • Profissionais de saúde mental.

Finanças

As empresas de seguro-saúde têm uma lista de médicos de saúde mental com quem trabalham. Peça nomes de especialistas que possam ajudar.

Terapia e grupos de apoio

Você pode localizar psicólogos ou grupos de apoio usando um desses serviços:
  • American Psychological Association (Associação Americana de Psicologia): www.apa.org
  • Mental Health America (Saúde Mental América): www.mentalhealthamerica.net
  • National Alliance on Mental Illness (NAMI, Aliança Nacional para a Doença Mental): www.nami.org

Onde conseguir mais informações

Para obter mais informações sobre depressão infantil, acesse os sites a seguir:
  • Families for Depression Awareness (Famílias para conscientização de depressão): www.familyaware.org
  • MentalHealth.gov: www.mentalhealth.gov
  • Substance Abuse and Mental Health Services Administration (Administração dos Serviços de Abuso de Substâncias e Saúde Mental): samhsa.gov
  • American Psychiatric Association (Associação Americana de Psiquiatria): www.psychiatry.org
  • Society for Adolescent Health and Medicine (Sociedade de Medicina e Saúde de Adolescentes): www.adolescenthealth.org
  • American Academy of Child & Adolescent Psychiatry (Academia Americana de Psiquiatria Infantil e Adolescente): www.aacap.org

Entre em contato com um médico se:

  • Os sintomas da criança ou não melhorarem ou parecerem estar piorando.

Busque ajuda imediatamente se a criança:

  • Começar a fazer malcriação ou a ter comportamentos incomuns.
  • Apresentar sintomas mais drásticos, como uso de álcool ou drogas ou cortar-se.
Se você achar que a criança pode querer se machucar, machucar outras pessoas ou falar sobre tirar a própria vida, busque ajuda imediatamente. Você pode ir ao pronto-socorro mais próximo ou:
  • Ligue para o número de emergência local (911, nos EUA).
  • Ligue para um serviço telefônico de prevenção do suicídio, como o National Suicide Prevention Lifeline (Linha da Vida de Prevenção ao Suicídio Nacional), no número 1-800-273-8255. Funciona 24 horas por dia nos EUA.
  • Envie uma mensagem de texto para o serviço de prevenção de crises em 741741 (nos EUA).

Resumo

  • Depressão infantil é uma doença grave, e obter o atendimento correto pode ajudar você a dar o apoio para a criança melhorar.
  • O melhor tratamento para depressão é uma combinação de medicamentos, psicoterapia e técnicas de redução do estresse.
  • A depressão não melhora com a idade e pode piorar, se não tratada. Se a criança estiver deprimida, é importante ficar atento e agir, pois a criança pode não dizer que precisa de ajuda.
  • Caso sinta que a criança pode machucar a si mesma, entre em contato com um serviço de emergência imediatamente.

Estas informações não se destinam a substituir as recomendações de seu médico. Não deixe de discutir quaisquer dúvidas com seu médico.

;