Logo Elsevier

EsteéoconteúdodoPacientEngagement

O que acontece quando o paciente vai para casa?

Saiba mais sobre nossos produtos de Patient Engagement agora! Transforme seus pacientes em participantes ativos em seus cuidados de saúde, dando a eles acesso fácil às mesmas informações baseadas em evidências em que você confia - mas fornecidas em um formato fácil de entender.

Dec.30.2020
 Obsessive-Compulsive Disorder

Transtorno obsessivo-compulsivo

Obsessive-Compulsive Disorder

O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é um transtorno de base cerebral. Esse tipo de distúrbio acontece quando partes do cérebro não conseguem se comunicar bem entre si. Pessoas com TOC têm obsessões ou compulsões, ou ambas as coisas. Obsessões são pensamentos, ideias ou anseios indesejados e perturbadores que insistem em entrar na sua mente. Você pode se ver tentando ignorá-los. Você pode tentar pará-los ou eliminá-los com uma compulsão.
Compulsões são atos físicos ou mentais repetitivos que você se sente compelido a realizar. Eles podem reduzir ou prevenir a ansiedade, mas na maioria dos casos não ajudam. Compulsões podem demandar muito tempo para serem cumpridas, frequentemente mais de uma hora por dia. Elas podem interferir nos relacionamentos pessoais e nas atividades domésticas normais em casa, no trabalho e na escola.
O TOC pode começar na infância, mas em geral começa no início da vida adulta e continua por toda a vida. Muitas pessoas com TOC também sofrem de depressão ou outro problema de saúde mental.

Quais são as causas?

A causa desse quadro clínico é desconhecida.

O que aumenta o risco?

Esse quadro clínico tem maior probabilidade de se manifestar em:
  • Pessoas que sofreram trauma.
  • Pessoas com histórico familiar de TOC.
  • Mulheres durante e após a gravidez.
  • Algumas crianças com 3 a 12 anos de idade que tiveram infecção recente por estreptococos.
  • Pessoas com outros problemas de saúde mental.
  • Pessoas que abusam de substâncias, como álcool, medicamentos vendidos com prescrição ou drogas ilícitas.

Quais são os sinais ou sintomas?

Os sintomas de TOC incluem obsessões e compulsões. A maioria das pessoas com TOC tem ambos, mas algumas pessoas com TOC têm apenas um ou o outro. Pessoas com obsessões em geral têm medo de que algo terrível acontecerá ou de que elas farão algo terrível. As obsessões comuns incluem:
  • Medo de contaminação com germes, lixo ou substâncias tóxicas.
  • Medo de tomar decisões erradas.
  • Pensamentos ou anseios de natureza violenta ou sexual em relação a terceiros.
  • Necessidade de simetria ou exatidão.
As compulsões comuns incluem:
  • Lavar demais as mãos ou tomar banhos demais por medo de contaminação.
  • Verificar coisas repetidas vezes para garantir ter terminado uma tarefa, como certificar-se de ter trancado a porta ou desligado a torradeira.
  • Repetir um ato ou frase, às vezes um número determinado de vezes, até obter uma sensação de alívio.
  • Organizar ou reorganizar objetos diversas vezes para mantê-los em uma ordem específica.
  • Ter muita dificuldade para tomar decisões e mantê-las.
Todo mundo às vezes repete um comportamento ou verifica algo novamente. No entanto, pessoas com TOC sentem que não têm nenhum controle sobre seus pensamentos repetidos ou comportamentos compulsivos.

Como esse quadro clínico é diagnosticado?

O TOC é diagnosticado mediante avaliação por um médico. Seu médico poderá:
  • Fazer perguntas sobre eventuais obsessões ou compulsões que você possa ter e como elas afetam sua vida.
  • Perguntar sobre seu histórico médico, uso de medicamentos vendidos com prescrição e de drogas de abuso. Determinados quadros clínicos e substâncias podem causar sintomas semelhantes aos do TOC.
  • Encaminhá-lo para um profissional de saúde mental que fará perguntas e poderá fazer testes para confirmar esse diagnóstico. Esse médico ajudará você a elaborar um plano para tratamento.

Como esse quadro clínico é tratado?

O TOC poderá ser tratado com:
  • Terapia cognitiva. Esta é uma forma de psicoterapia. O objetivo é identificar e alterar pensamentos irracionais associados a obsessões.
  • Terapia comportamental. Um tipo de terapia comportamental chamado exposição e prevenção de resposta é frequentemente usado. Nessa terapia, você será exposto à situação perturbadora que desencadeia sua compulsão e será impedido de responder a ela. Com a repetição desse processo com o passar do tempo, você não sentirá mais a perturbação ou necessidade de realizar a compulsão.
  • Atividades de autoconforto. Meditação, respiração profunda e ioga podem ajudar você a controlar os sintomas de ansiedade e ajudar com sua maneira de pensar.
  • Medicamentos. Determinados tipos de antidepressivos podem ajudar a reduzir ou controlar os sintomas de TOC. A medicação é mais útil quando usada com terapia cognitiva ou comportamental.
O tratamento em geral envolve uma combinação de terapia e medicamentos. No caso de TOC grave que não responde a psicoterapia e medicação, cirurgia cerebral ou estimulação elétrica de áreas específicas do cérebro podem ser consideradas. Exemplos de estimulação elétrica incluem:
  • Estimulação cerebral profunda (ECP).
  • Estimulação magnética transcraniana (ETC).
  • Estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC).

Siga essas instruções em casa:

  • Tome medicamentos vendidos com ou sem receita médica somente de acordo com as indicações do seu médico. Não comece a tomar medicamentos novos a não ser que seu médico aprove.
  • Considere entrar em um grupo de apoio para pessoas com TOC. Acesse www.nami.org para aprender sobre grupos de apoio.
  • Compareça a todas as consultas de acompanhamento de acordo com as orientações do seu médico. Isso é importante.

Onde conseguir mais informações

  • International OCD Foundation (Fundação Internacional do TOC): www.iocdf.org
  • National Alliance on Mental Illness (NAMI, Aliança Nacional para a Doença Mental): www.nami.org
  • Substance Abuse and Mental Health Services Administration (SAMHSA, Administração dos Serviços de Abuso de Substâncias e Saúde Mental): www.samhsa.gov

Entre em contato com um médico se:

  • Não conseguir tomar seus medicamentos conforme prescritos.
  • Seus sintomas piorarem.

Obtenha ajuda imediatamente se:

  • Tiver pensamentos de suicídio ou de machucar a si mesmo ou outras pessoas.
Se sentir vontade de ferir a si mesmo ou outras pessoas ou pensar em tirar a própria vida, procure ajuda imediatamente. Vá para o pronto-socorro mais próximo ou:
  • Ligue para o número de emergência local (911, nos EUA).
  • Ligue para um serviço telefônico de prevenção do suicídio, como o National Suicide Prevention Lifeline (Linha da Vida de Prevenção ao Suicídio Nacional), no número 1-800-273-8255. Funciona 24 horas por dia nos EUA.
  • Envie uma mensagem de texto para o serviço de prevenção de crises em 741741 (nos EUA).

Resumo

  • O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é um transtorno de base cerebral. Pessoas com TOC têm obsessões ou compulsões, ou ambos, e não conseguem controlá-los.
  • O TOC pode interferir nos relacionamentos pessoais e nas atividades domésticas normais em casa, no trabalho e na escola.
  • O tratamento em geral envolve uma combinação de terapia e medicamentos.
  • Considere entrar em um grupo de apoio para pessoas com TOC.

Estas informações não se destinam a substituir as recomendações de seu médico. Não deixe de discutir quaisquer dúvidas com seu médico.

;