Logo Elsevier

EsteéoconteúdodoPacientEngagement

O que acontece quando o paciente vai para casa?

Saiba mais sobre nossos produtos de Patient Engagement agora! Transforme seus pacientes em participantes ativos em seus cuidados de saúde, dando a eles acesso fácil às mesmas informações baseadas em evidências em que você confia - mas fornecidas em um formato fácil de entender.

Jun.21.2021
 Panic Attack

Ataque de pânico

Panic Attack

Um ataque de pânico é um episódio súbito de ansiedade, medo ou desconforto intensos que causa sintomas físicos e emocionais. O ataque pode ser em resposta a alguma coisa assustadora ou pode ocorrer sem razão conhecida.
Os sintomas de um ataque de pânico podem ser similares aos sintomas de um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral (AVC). Será importante você consultar seu médico caso sofra um ataque de pânico, para que esses quadros clínicos possam ser descartados.
Um ataque de pânico é um sintoma de outro quadro clínico. A maioria dos ataques de pânico passa sem tratamento do problema subjacente. Se você sofrer ataques de pânico frequentes, você poderá ter um quadro clínico chamado transtorno de pânico.

Quais são as causas?

Um ataque de pânico pode ser causado por:
  • Uma situação extrema, potencialmente fatal, como uma guerra ou desastre natural.
  • Um transtorno de ansiedade, como transtorno de estresse pós-traumático.
  • Depressão.
  • Certos quadros clínicos, incluindo problemas cardíacos, quadros clínicos neurológicos e infecções.
  • Certos medicamentos vendidos com ou sem receita médica.
  • Drogas ilegais que elevam a frequência cardíaca e a pressão arterial, como metanfetamina.
  • Álcool.
  • Suplementos que aumentam a ansiedade.
  • Transtorno de pânico.

O que aumenta o risco?

Você terá maior probabilidade de manifestar esse quadro clínico se:
  • Sofrer de um transtorno de ansiedade.
  • Sofrer de outro problema de saúde mental.
  • Tomar certos medicamentos.
  • Usar álcool, drogas ilegais ou outras substâncias.
  • Estiver sob estresse extremo.
  • Um evento da vida estiver causando aumento de sentimentos de ansiedade e depressão.

Quais são os sinais ou sintomas?

Um ataque de pânico começa subitamente, em geral dura cerca de 20 minutos e ocorre com uma ou mais das opções a seguir:
  • Um coração com batimentos fortes.
  • Uma sensação de que seu coração está batendo de maneira irregular ou mais rápido que o normal (palpitações).
  • Sudorese.
  • Tremores ou estremecimento.
  • Falta de ar ou sensação de sufocamento.
  • Sensação de sufocamento.
  • Dor ou desconforto no peito.
  • Enjoo ou sensação estranha no estômago.
  • Tontura, vertigem ou sensação de desfalecimento.
  • Calafrios ou ondas de calor.
  • Entorpecimento ou formigamento nos lábios, nas mãos ou nos pés.
  • Sensação de confusão ou de mal-estar.
  • Medo de perder o controle ou instabilidade emocional.
  • Medo de morrer.

Como esse quadro clínico é diagnosticado?

Os ataques de pânico são diagnosticados mediante avaliação por um médico. Durante a avaliação, seu médico poderá fazer perguntas sobre:
  • Seu histórico de ansiedade, depressão e ataques de pânico.
  • Seu histórico médico.
  • Se você bebe álcool, usa drogas ilegais, toma suplementos ou medicamentos. Seja honesto no que se refere ao uso de substâncias.
Seu médico também poderá:
  • Solicitar exames de sangue ou outros tipos de exames para descartar quadros clínicos sérios.
  • Encaminhar você para avaliação por um profissional de saúde mental.

Como esse quadro clínico é tratado?

O tratamento depende da causa do ataque de pânico:
  • Se a causa for um problema médico, seu médico ou tratará o problema ou enviará você a um especialista.
  • Se a causa for emocional, você poderá receber medicamentos ansiolíticos ou encaminhado a um psicólogo. Esses medicamentos podem reduzir a frequência dos ataques, reduzir a intensidade deles e reduzir a ansiedade.
  • Se a causa for um medicamento, seu médico poderá dizer a você para parar de tomá-lo, mudar a dose ou tomar um medicamento diferente.
  • Se a causa for uma droga, o tratamento poderá envolver deixar o efeito da droga passar e tomar medicamentos para ajudar a droga a deixar o seu organismo ou combater os efeitos dela. Ataques causados por abuso de drogas podem continuar mesmo depois de se parar de usar a droga.

Siga estas instruções em casa:

  • Tome medicamentos vendidos com ou sem receita médica somente de acordo com as indicações do seu médico.
  • Caso sinta ansiedade, limite sua ingestão de cafeína.
  • Cuide bem da sua saúde física e mental fazendo o seguinte:
    • Ingerindo uma dieta equilibrada que inclua frutas e verduras frescas, grãos integrais, carnes magras e laticínios pobres em gordura.
    • Dormindo bastante. Tentando obter de 7–8 horas de sono ininterruptas todas as noites.
    • Fazer exercícios regularmente. Tentando realizar 30 minutos de atividade física pelo menos 5 dias por semana.
    • Não fumar. Caso precise de ajuda para parar de fumar, fale com o médico.
    • Limitação do consumo de álcool a no máximo 1 dose por dia para mulheres não grávidas e 2 doses por dia para homens. Uma dose equivale a 12 oz de cerveja, 5 oz de vinho ou 1½ oz de bebida destilada.
  • Compareça a todas as consultas de acompanhamento de acordo com as orientações do seu médico. Isso é importante. Ataques de pânico podem ter problemas físicos e emocionais subjacentes que levam tempo para diagnosticar com precisão.

Entre em contato com um médico se:

  • Seus sintomas não melhorarem ou piorarem.
  • Não conseguir tomar seus medicamentos como prescritos por causa de efeitos colaterais.

Busque ajuda imediatamente se:

  • Considerar seriamente a ideia de fazer mal a si mesmo ou a outras pessoas.
  • Apresentar sintomas de um ataque de pânico. Não dirija por conta própria até o hospital. Faça com que alguém leve você para o hospital ou chame uma ambulância.
Se sentir vontade de ferir a si mesmo ou a terceiros ou pensar em tirar a própria vida, procure ajuda imediatamente. Você pode ir ao pronto-socorro mais próximo ou ligar para:
  • O número de emergência local (911, nos EUA).
  • Um serviço telefônico de prevenção do suicídio, como o National Suicide Prevention Lifeline (Linha da Vida de Prevenção ao Suicídio Nacional), no número 1-800-273-8255. Funciona 24 horas por dia.

Resumo

  • Um ataque de pânico é um sinal de um sério problema de saúde ou de um problema de saúde mental. Obtenha ajuda imediatamente. Não dirija por conta própria até o hospital. Faça com que alguém leve você para o hospital ou chame uma ambulância.
  • Sempre consulte um médico para que as razões do seu ataques de pânico sejam corretamente diagnosticadas.
  • Caso seu ataque de pânico tenha sido causado por um problema físico, siga as sugestões do seu médico em termos de medicamentos, encaminhamento a um especialista e mudanças do estilo de vida.
  • Caso seu ataque de pânico tenha sido causado por um problema emocional, obtenha aconselhamento de um especialista em saúde mental.
  • Caso sinta que possa ferir a si mesmo ou a terceiros, ligue para 911 e obtenha ajuda imediatamente.

Estas informações não se destinam a substituir as recomendações de seu médico. Não deixe de discutir quaisquer dúvidas com seu médico.

;