Logo Elsevier

EsteéoconteúdodoPacientEngagement

O que acontece quando o paciente vai para casa?

Saiba mais sobre nossos produtos de Patient Engagement agora! Transforme seus pacientes em participantes ativos em seus cuidados de saúde, dando a eles acesso fácil às mesmas informações baseadas em evidências em que você confia - mas fornecidas em um formato fácil de entender.

Feb.28.2020
 Suicidal Feelings: How to Help Yourself

Pensamentos suicidas: Como ajudar a si mesmo

Suicidal Feelings: How to Help Yourself

Suicídio é quando você tira a sua própria vida. Há muitas coisas que você pode fazer para se sentir melhor quando estiver lutando contra essa ideia. Muitos serviços e pessoas estão disponíveis para dar apoio a você e a outras pessoas que lutam contra ideias semelhantes.
Se sentir vontade de ferir a si mesmo ou a terceiros ou pensar em tirar a própria vida, procure ajuda imediatamente. Para obter ajuda:
  • Ligue para o serviço de emergência local (911 nos EUA).
  • A linha direta de serviços humanos e de saúde da United Way (211 nos EUA).
  • Vá para o pronto-socorro mais próximo.
  • Ligue para um serviço de prevenção do suicídio para falar com um consultor treinado. Os seguintes telefones de serviços de prevenção do suicídio estão disponíveis nos Estados Unidos:
    • 1-800-273-TALK (1-800-273-8255).
    • 1-800-SUICIDE (1-800-784-2433).
    • 1-888-628-9454. Este é um serviço para falantes de espanhol.
    • 1-800-799-4889. Este é um serviço para usuários TTY.
    • 1-866-4-U-TREVOR (1-866-488-7386). Este é um serviço para lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros ou jovens em dúvida.
    • Para obter uma lista dos telefones de serviços no Canadá, acesse www.suicide.org/hotlines/international/canada-suicide-hotlines.html
  • Entre em contato com um centro de crises ou com um centro de prevenção ao suicídio local. Para encontrar um centro de crises ou um centro de prevenção ao suicídio:
    • Ligue para o hospital, clínica, organização de serviços comunitários, centro de saúde mental, fornecedor de serviços sociais ou departamento de saúde local. Peça ajuda entrando em contato com um centro de crise.
    • Para obter uma lista dos centros de crise nos Estados Unidos, acesse: suicidepreventionlifeline.org
    • Para obter uma lista dos centros de crise no Canadá, acesse: suicideprevention.ca

O que pode ajudar a se sentir melhor

  • Prometa a si mesmo que não tomará nenhuma atitude drástica quando tiver pensamentos suicidas. Lembre-se: há esperança. Muitas pessoas superaram os pensamentos e sentimentos suicidas, e você também pode superá-los. Se você já teve esses sentimentos antes, lembre-se de que você pode enfrentá-los novamente.
  • Conte à sua família, amigos, professores ou consultores como você está se sentindo. Tente não se afastar daqueles que se importam com você e querem ajudá-lo. Fale com alguém todos os dias, mesmo que não se sinta sociável. Conversa olho no olho é melhor para ajudá-los a entender o que você está sentindo.
  • Entre em contato com um profissional de saúde mental e consulte-se com essa pessoa regularmente.
  • Elabore um plano de segurança que você possa seguir durante uma crise. Inclua os números de telefone de serviços de prevenção do suicídio, profissionais de saúde mental e amigos e familiares de confiança para quem você pode ligar em caso de emergência. Salve esses números no seu telefone.
  • Se estiver pensando em tomar muitos medicamentos, deixe seus medicamentos com alguém que possa entregá-los conforme a prescrição médica. Se estiver tomando antidepressivos e com medo de sofrer uma sobredosagem, converse com seu médico para que ele possa prescrever medicamentos mais seguros.
  • Tente manter suas rotinas. Siga uma agenda todos os dias. Priorize seu autocuidado.
  • Faça uma lista de objetivos realistas e risque-os assim que alcançá-los. Realizações podem proporcionar uma sensação de mérito e recompensa.
  • Espere até estar se sentindo melhor antes de fazer coisas que acha difíceis ou chatas.
  • Faça coisas que você sempre gostou para distrair sua mente para longe dos seus sentimentos. Tente ler um livro e ouvir ou tocar música. Passar tempo fora de casa, junto à natureza, pode ajudá-lo a se sentir melhor.

Siga essas instruções em casa:

  • Consulte seu médico todos os anos para uma avaliação.
  • Consulte-se com um profissional de saúde mental, conforme necessário.
  • Siga uma alimentação balanceada e faça as refeições em horários regulares.
  • Repouse bastante.
  • Faça exercícios, se puder. Apenas 30 minutos de exercício por dia podem ajudá-lo a se sentir melhor.
  • Tome medicamentos vendidos com ou sem receita médica somente de acordo com as indicações do seu médico. Pergunte ao seu profissional de saúde mental sobre os possíveis efeitos colaterais de todos os medicamentos que estiver tomando.
  • Não use álcool ou drogas e tire essas substâncias de sua casa.
  • Remova armas, venenos, facas e outros itens potencialmente fatais de sua casa.

Recomendações gerais

  • Mantenha o ambiente em que vive bem iluminado.
  • Quando estiver se sentindo melhor, escreva uma carta para você mesmo sobre dicas e apoio que você possa ler quando não estiver bem.
  • Lembre-se que as dificuldades da vida podem ser superadas com ajuda. A doença pode ser tratada, e você pode aprender comportamentos e maneiras de pensar que o ajudarão.

Onde conseguir mais informações

Entre em contato com um médico se:

  • Você se sentir como se fosse um peso para os outros.
  • Você se sentir agitado, nervoso, vingativo ou tiver mudanças extremas de humor.
  • Você se afastar da família e dos amigos.

Obtenha ajuda imediatamente se:

  • Estiver falando sobre suicídio ou com desejo de morrer.
  • Começar a fazer planos de como cometer suicídio.
  • Sentir que não tem motivos para viver.
  • Começar a fazer planos para colocar suas pendências em ordem, despedir-se ou entregar seu patrimônio.
  • Sentir culpa, vergonha ou dor insuportável, e parecer que não há saída.
  • Estiver usando drogas ou álcool com muita frequência.
  • Estiver se envolvendo em comportamentos de risco que podem levar à morte.
Se você apresentar qualquer um desses sintomas, procure ajuda imediatamente. Ligue para os serviços de emergência, vá ao pronto-socorro ou centro de crises mais próximo, ou ligue para um serviço de ajuda à crise suicida.

Resumo

  • Suicídio é quando você tira a sua própria vida.
  • Prometa a si mesmo que não tomará nenhuma atitude drástica quando tiver pensamentos suicidas.
  • Conte à sua família, amigos, professores ou consultores como você está se sentindo.
  • Busque ajuda imediatamente se você sentir que a vida está muito difícil e estiver pensando em suicídio.

Estas informações não se destinam a substituir as recomendações de seu médico. Não deixe de discutir quaisquer dúvidas com seu médico.

;