Logo Elsevier

EsteéoconteúdodoPacientEngagement

O que acontece quando o paciente vai para casa?

Saiba mais sobre nossos produtos de Patient Engagement agora! Transforme seus pacientes em participantes ativos em seus cuidados de saúde, dando a eles acesso fácil às mesmas informações baseadas em evidências em que você confia - mas fornecidas em um formato fácil de entender.

Jul.02.2021
 Supporting Someone With Depression

Como ajudar alguém com depressão

Supporting Someone With Depression

A depressão é um problema de saúde mental que afeta a maneira como uma pessoa se sente, pensa e lida com atividades diárias, como comer, dormir e trabalhar. Quando uma pessoa tem depressão, o quadro dela pode afetar outras pessoas ao seu redor, como amigos e parentes. Amigos e parentes podem ajudar, oferecendo apoio e compreensão.

O que preciso saber sobre esse quadro clínico?

Os principais sintomas da depressão são:
  • Depressão ou irritabilidade constantes.
  • Perda de interesse em coisas e atividades que eram agradáveis no passado.
Outros sintomas de depressão incluem:
  • Fadiga.
  • Dormir pouco ou dormir demais.
  • Dificuldade para pegar no sono ou acordar cedo e não conseguir voltar a dormir.
  • Dificuldade de concentração ou para tomar decisões.
  • Alterações no apetite e no peso.
  • Manter-se longe dos outros (isolar-se).
  • Expressar sentimentos de culpa.
  • Expressar pensamentos ou sentimentos suicidas.

O que preciso saber sobre as opções de tratamento?

Esse quadro clínico geralmente é tratado por profissionais de saúde mental, tais como psicólogos, psiquiatras e assistentes sociais. O tratamento pode incluir uma ou mais das seguintes opções:
  • Psicoterapia, também é chamada de terapia ou apoio psicológico. Os tipos de psicoterapia incluem terapia individual ou em grupo e geralmente envolvem as seguintes abordagens:
    • Terapia cognitivo-comportamental (TCC). Esse tipo de terapia ensina o paciente como reconhecer sentimentos, pensamentos e comportamentos que contribuem para a depressão. A pessoa é ensinada a fazer uma escolha sobre como responder a esses sentimentos, pensamentos e comportamentos para que ela possa sentir menos sintomas.
    • Terapia interpessoal (TI). Esse tipo de terapia ajuda a melhorar a forma como alguém com depressão se relaciona e se comunica com os outros. Esse tipo de terapia pode envolver cuidadores e entes queridos.
    • Terapia familiar. Esse tratamento ajuda as pessoas da família a se comunicar e a lidar com conflitos de forma sadia.
  • Medicamentos. São usados frequentemente para ajudar com certas emoções e comportamentos.
Combinar medicamentos com terapia geralmente é a abordagem mais eficaz. As seguintes mudanças no estilo de vida também podem ajudar a controlar os sintomas da depressão:
  • Limitar o uso de álcool e drogas.
  • Fazer exercícios regularmente.
  • Dormir o suficiente e com boa qualidade.
  • Fazer escolhas saudáveis de alimentação.
  • Reduzir situações estressantes.
  • Passar tempo ao ar livre.
  • Seguir uma rotina diária regular.

Como posso ajudar meu ente querido?

Fale sobre o problema

Uma boa comunicação é a chave para o apoio a seu amigo ou parente. Essas são algumas coisas a ter em mente:
  • Pergunte ao seu ente querido como você pode ajudá-lo.
  • Respeite o direito de seu ente querido tomar decisões.
  • Tenha cuidado em relação ao excesso de insistência. Tente não exagerar sobre itens como tomar medicamentos quando se trata de um amigo ou parente adulto. Pergunte a seu ente querido como ele prefere ser ajudado.
  • Dê incentivos e ofereça apoio emocional. Isso pode ajudar a reduzir o estresse. Dizer até mesmo algo simples para confortar o ente querido pode ajudar.
  • Nunca ignore comentários sobre suicídio e não tente evitar o tema de suicídio. Falar sobre suicídio não fará com que o ente querido queira cometê-lo. Você ou o ente querido podem buscar apoio gratuito e reservado (no telefone ou um chat online ao vivo) 24 horas por dia em uma linha direta de prevenção ao suicídio, como o National Suicide Prevention Lifeline (Linha da Vida de Prevenção ao Suicídio Nacional), no número 1-800-273-8255.
  • Ouvir é muito importante. Mostre-se acessível se seu amigo ou parente quiser conversar. Faça um esforço para reconhecer os sentimentos dele(a) e mantenha-se calmo e realista.

Encontre apoio e serviços de atendimento

Um médico poderá recomendar serviços de saúde mental que estão disponíveis online ou por telefone. Você pode começar com:
  • Sites de internet do governo, como Substance Abuse and Mental Health Services Administration, SAMHSA (Administração dos Serviços de Abuso de Substâncias e Saúde Mental): www.samhsa.gov
  • Organizações nacionais de saúde mental, como a National Alliance on Mental Illness, NAMI (Aliança Nacional de Distúrbios Mentais): www.nami.org
Você também pode considerar:
  • Participar de grupos de apoio e autoajuda, não apenas para o seu amigo ou parente, mas também para você mesmo. As pessoas desses grupos de apoio familiar entendem o que você e o ente querido estão passando. Eles podem ajudar você a sentir esperança e a conectar você com recursos locais para ajudá-lo a saber mais sobre o problema.
  • Fazer terapia familiar junto com o seu ente querido.

Suporte geral

  • Dedique-se para aprender tudo o que puder sobre depressão.
  • Ajude o ente querido a seguir o plano de tratamento conforme as orientações dos profissionais de saúde. Isso pode incluir levá-lo para as sessões de terapia ou sugerir formas de lidar com o estresse.
  • Pergunte ao seu ente querido se você pode acompanhá-lo em uma sessão de terapia ou acompanhá-lo nas consultas médicas. Acompanhar seu ente querido com a permissão dele pode lhe dar a oportunidade de aprender como ajudar mais.
  • Inclua o ente querido em suas atividades. Convide-o para fazer caminhadas e passeios. No início, o seu ente querido pode não querer, mas continue tentando.
  • Seja paciente e não espere que o seu ente querido faça grandes avanços muito rápido.
  • Ajude nas tarefas diárias, como lavar roupa ou cozinhar. Às vezes, as tarefas diárias são desgastantes para alguém com depressão.
  • Lembre-se de que seu suporte é realmente importante. O apoio social é um enorme benefício para pessoas que enfrentam a depressão.

Como posso criar um ambiente seguro?

Se o seu ente querido se sentir incapaz de controlar o comportamento, pode ser necessário tomar medidas para manter a casa dele segura. Essas medidas podem incluir:
  • Guardar com chave bebida alcoólica e remédios controlados que o seu ente querido pode vir a procurar. Contabilizar os comprimidos de medicamentos controlados com frequência. Pode ser aconselhável tirar as bebidas alcoólicas da casa.
  • Tirar ou guardar com chave as armas de fogo e outras armas. Caso você não tenha um local seguro para guardar armas, a polícia local poderá armazenar uma arma para você.
  • Como elaborar por escrito um plano de ação para crises. Inclua números de telefone importantes, como a equipe local de intervenção de crise. Certifique-se de que:
    • A pessoa com depressão esteja ciente desse plano.
    • Todos que têm contato regular com a pessoa conheçam o plano e saibam o que fazer em caso de emergência.

Como devo cuidar de mim mesmo?

É importante encontrar maneiras de cuidar do seu corpo, mente e bem-estar enquanto dá suporte a alguém com depressão.
  • Passe tempo com amigos e parentes. Encontre alguém com quem você possa conversar e que também o ajude a usar as habilidades de enfrentamento do estresse. Considere procurar terapia para si próprio.
  • Tente manter sua rotina normal. Isso pode ajudar você a se lembrar de que sua vida vai além da doença do ente querido.
  • Entenda quais são seus limites. Diga "não" a pedidos ou situações que ocupariam demais sua agenda.
  • Reserve tempo para atividades que ajudem você a relaxar e tente não se sentir culpado por dedicar tempo a si mesmo.
  • Pense em praticar meditação e exercícios de respiração profunda para reduzir o estresse.
  • Durma bastante.
  • Faça exercícios, mesmo que seja uma breve caminhada algumas vezes por semana.

Quais são os sinais de que o quadro clínico está piorando?

Os sinais de que a condição do ente querido está piorando incluem:
  • Os sintomas voltarem ou piorarem.
  • Não tomar os medicamentos ou não comparecer à terapia conforme orientado.
  • Piora da dificuldade para dormir ou para realizar atividades cotidianas.
  • Afastamento dos amigos e familiares.

Busque ajuda imediatamente se:

  • Seu ente querido expressar pensamentos sérios sobre machucar a si próprio ou a outras pessoas.
  • Seu ente querido vir, ouvir, sentir o gosto, cheirar ou sentir coisas que não estão presentes (alucinações).
Se você achar que o ente querido pode se machucar, machucar outras pessoas ou se puder ter pensamentos sobre tirar a própria vida, busque ajuda imediatamente. Você pode ir ao pronto-socorro mais próximo ou ligar para:
  • O número de emergência local (911, nos EUA).
  • Um serviço telefônico de prevenção do suicídio, como o National Suicide Prevention Lifeline (Linha da Vida de Prevenção ao Suicídio Nacional), no número 1-800-273-8255. Funciona 24 horas por dia.

Resumo

  • A depressão é um transtorno do humor que afeta a maneira como a pessoa se sente, pensa e lida com as atividades diárias.
  • A depressão geralmente é tratada por profissionais de saúde mental. Pode incluir psicoterapia, medicamentos, mudanças no estilo de vida ou uma combinação dessas abordagens.
  • Ao ajudar um ente querido com depressão, é importante manter a si próprio com saúde e em segurança.
  • Busque ajuda imediatamente se o seu ente querido expressar pensamentos sérios sobre machucar a si próprio.

Estas informações não se destinam a substituir as recomendações de seu médico. Não deixe de discutir quaisquer dúvidas com seu médico.

;